Como Investir em Fundos Imobiliários em 2018 [Guia DEFINITIVO]

 

Saiba como investir em fundos imobiliários em 2018 e gerar renda passiva com pouco investimento. Elaboramos um guia completo para ajudá-lo a entender melhor o mercado imobiliário e as possibilidades de rendimento.

A queda dos juros incide diretamente sobre os títulos, tanto públicos como privados. Isso causa uma procura de novos investimentos, que não dependem da taxa de juros base da economia. Um exemplo de título público que vem caindo com a redução dos juros é o Tesouro Selic, que não deixa de sem um bom investimento.

Portanto, para quem tem interesse pelo mercado imobiliário e não tem dinheiro para comprar uma casa, terreno ou apartamento, pode investir em Fundos Imobiliários.

 

O Que São Os Fundos Imobiliários

 

Os FIIs (Fundos de Investimentos Imobiliários) são parecidos com os outros fundos de investimentos disponíveis no mercado financeiro, porém, a finalidade de investimento desses fundos é justamente no mercado de imóveis.

Portanto, o objetivo desses fundos é conseguir retornos por meio da venda de imóveis, arrendamento, locação e quaisquer outras atividades relacionadas ao mercado de imóveis.

O património dos fundos imobiliários pode ser desde uma fração de um imóvel até vários imóveis, como redes de prédios, apartamentos, shoppings e entre outros.

 

Como Funciona Os Fundos De Investimentos Imobiliários?

 

 

Grande parte dos fundos tem como objetivo comprar imóveis comerciais com um bom potencial de crescimento e valorização, e posteriormente, conseguir uma renda por meio da locação.

Dessa forma é possível ter uma renda passiva por meio do aluguel e ainda ter um lucro sobre o valor do imóvel, decorrente da valorização.

Os Fundos de Investimentos Imobiliários são muito parecidos com a Bolsa de Valores. Isso porque os próprios fundos são listados na Bolsa como um “papel”.

Após você fazer o investimento em Fundos Imobiliários, será creditado um dinheiro mensalmente na sua conta da corretora. Vale lembrar que esse valor é isento de Imposto de Renda.

 

Quanto Rende Os Fundos Imobiliários?

 

Para quem deseja investir em Fundos Imobiliários, a melhor opção é investir tendo em mente uma renda mensal. Digo isso porque são títulos com liquidez baixa (comparado aos outros títulos disponíveis no mercado). Mas ainda é possível ganhar dinheiro com a vendas de cotas.

A rentabilidade dos fundos imobiliários varia dependendo da sua alocação de investimentos. Então, a sua rentabilidade depende do seu portfólio de imóveis alocados e outras variedades de fatores.

Ainda assim, os FIIs considerados bons, possuem rentabilidades entre 0,75% a 1% ao mês. Porém esse número não é fixo, ou seja, pode ser que ocorram variações no decorrer dos meses, por conta disso que a análise das rentabilidades anteriores se faz necessária.

 

Como Investir em Fundos Imobiliários?

 

 

  1. Faça seu cadastro em uma corretora de valores

Como vocês já sabem, as cotas dos fundos imobiliários são adquiridas através da Bolsa de Valores ou no mercado de balcão organizado. Então para comprá-las é preciso primeiro se cadastrar em uma corretora.

 

  1. Escolha um fundo de seu interesse

Antes de adquirir qualquer fundo é primordial que você faça uma análise do histórico de rentabilidade. Para fazer esse cálculo, os profissionais da área dividem o valor dos alugueis pelo valor das cotas do fundo. O investimento é considerado bom quando a rentabilidade é maior que a da poupança ou dos outros investimentos de renda fixa. Caso ainda tenha dúvida se a rentabilidade do fundo é boa, escolha um fundo que renda acima de 0,75% ao mês.

 

  1. Envie a ordem para a corretora

O envio da ordem é parecido com o que é feito no mercado de ações. Basta que você digite o código do fundo desejado no home-broker (plataforma online que a corretora disponibiliza para com e venda de ações), escolher a quantidade de cotas que deseja comprar e quanto você está disposto a pagar por cada uma dessas cotas. Caso aja alguém interessado em vender as cotas com essas características, a transação será feita.

 

Vantagens Dos Fundos Imobiliários (FIIs)

 

  1. Isenção fiscal

Pessoas físicas são isentas de pagamento de imposto em seus rendimentos mensais. Porém isso só vale para quem atender as características da isenção. Uma delas é fazer aplicações de até 9,99% do total de cotas em cada fundo. Sendo assim, caso você exceda esse limite de cotas, é incidido o imposto de 20% sobre o total do investimento.

Outra condição é que o fundo da aplicação precisa ter no mínimo 50 cotistas e o produto precisa estar listado em bolsa ou em balcão organizado. Atualmente, a maioria do dos Fundos de Investimentos Imobiliários contam com essas características.

 

  1. Baixa aplicação mínima

Hoje em dia se torna quase impossível para um investidor iniciante, que não tenha tanto assim para investir, comprar um apartamento bem localizado por menos de R$ 120.000. No entanto, nos Fundos de Investimentos Imobiliários é possível adquirir cotas por menos de R$ 2,00. Ainda que em muitos fundos imobiliários exista uma quantidade mínima de cotas para aplicação, continua sendo um investimento de baixo custo.

 

  1. Acessibilidade

Não é todo mundo que tem dinheiro para investir em grandes redes de Shoppings Center ou Apartamentos. Porém, utilizando os fundos imobiliários isso se torna possível, pois você pode adquirir somente uma pequena parcela de cotas.

 

  1. Diversificação

Mesmo que a maioria dos fundos sejam dedicados a só uma categoria específica de imóveis, alguns produtos já estão fazendo a diversificação dos ativos em suas carteiras. Fazendo isso o risco diminui consideravelmente, como por exemplo, os riscos que um condomínio possui são muitos diferentes aos riscos de um hospital. Dessa forma, se houver crise em um setor, o outro acaba compensado.

 

  1. Gestão profissional

Uma grande vantagem dos Fundos Imobiliários é que eles possuem profissionais de investimentos em imóveis. Esses gestores estudam o mercado imobiliário para tomar as melhores decisões cabíveis, além de identificarem mais facilmente as oportunidades. Com a atuação desses profissionais os riscos diminuem consideravelmente.

 

  1. Baixos custos

Ao comprar um imóvel você está sujeito a uma infinidade de burocracias, como a escritura e a taxa de corretagem, que complicam e encarecem o processo todo. Os fundos não possuem tais gastos, você só deve se preocupar com as taxas de administrações, que são muito menores do que adquirir qualquer imóvel diretamente.

 

Hora De Colocar Em Prática

 

Agora que você conhece mais sobre os Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs), fica muito mais fácil escolher um bom fundo. Uma maneira de aumentar seus rendimentos e diminuir os riscos de suas aplicações no geral é diversificando a sua carteira. Saiba como criar uma carteira com baixo risco e multiplicar seus rendimentos clicando aqui.

Caso esse artigo tenha o ajudado de alguma forma, deixe seu comentário abaixo para nós termos um feedback.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *